Acabe com a candidíase: Conheça a Imunoterapia!

A candidíase vaginal de repetição é o terror na vida de muitas mulheres! Ela é uma doença muito incômoda, que causa coceira, corrimento vaginal, constrangimento e mal estar. 

Causada pelo crescimento excessivo de um fungo chamado Candida Albicans, a candidíase é um infecção genital comum em mulheres em idade reprodutiva. O tratamento da candidíase geralmente é feito com pomadas de uso local e remédios antifúngicos. 

No entanto, cerca de 10% das mulheres costumam apresentar crises recorrentes de inflamação, sendo recomendado o tratamento com vacina para candidíase, a imunoterapia. 

Isso porque a proliferação descontrolada dos fungos ocorre quando a imunidade do paciente está baixa. Em condições normais, esses fungos vivem no nosso organismo sem causar danos. Em situações de desequilíbrio, aumenta a população e passa a causar danos ao corpo. 

Continue a leitura e saiba tudo como a vacina pode ajudar no tratamento da candidíase. 

Candidíase de repetição

Consideramos como candidíase de repetição aquela que ocorre quatro ou mais vezes ao ano. Os sintomas causam muito desconforto, prejudicam a qualidade de vida e geram alto custo com medicamentos. 

Em casos de crises recorrentes, o problema costuma ser provisoriamente controlado com a medicação, mas não demora a se repetir. Nesses casos, é recomendado procurar um especialista para primeiro identificar as possíveis causas da infecção recorrente. 

Vários fatores como o uso de antibióticos, diabetes, gravidez e hormônios podem influenciar no aparecimento da candidíase, mas uma das principais causas é a hipersensibilidade ao fungo. O problema pode ser diagnosticado através de exames de sangue e testes de imunidade e resolvido com a imunoterapia.

Como funciona a vacina?

O tratamento com a vacina Candidina é algo moderno e é feito por meio de vacinas imuno estimulantes. Dessa forma, o paciente recebe uma dose do agente enfraquecido para que o corpo aprenda a se defender. 

A vacina para candidíase vai modulando o sistema imunológico do paciente e fazendo com que este se torne mais resistente ao fungo. A duração do tratamento depende de cada caso, mas costuma ser de no mínimo seis meses. 

Se você apresenta esse quadro desconfortável que acomete muitas mulheres, agende agora uma consulta com nossa ginecologista Dra Grazielly, para entender um pouco mais sobre esse tratamento!


Sobre a Clínica Eclat 

A Clínica Eclat, no Cambuí, oferece dezenas de tratamentos e procedimentos dermatológicos, capilares, estéticos, nutricionais e cardiológicos, estética íntima, vascular, entre outros serviços. Com um atendimento diferenciado, completo e exclusivo, a Eclat está sempre atualizada e dispõe de tecnologia de ponta.

Posted by Mkt Eclat Clinica