#microagulhamento

Afinamento do Cabelo – Tratamentos

Afinamento do Cabelo – Tratamentos

Procedimentos médicos como microagulhamento, intradermoterapia, prp e laser fotona

O cabelo é a moldura do rosto e diz muito sobre a nossa personalidade Além disso, um cabelo bonito, brilhante e bem cuidado, reflete diretamente na autoconfiança e autoestima de qualquer pessoa.

Várias podem ser as causas da queda de cabelo como, por exemplo: alterações genéticas e hormonais, além de fatores externos, como: exposição ao cloro, vento, calor, uso de secadores, chapinha ou penteados que exigem uma tensão maior dos fios podem danificar a haste dos cabelos, levando à quebra dos fios.

A queda de cabelo, que antes era um problema majoritariamente dos homens tem atingido cada vez mais o público feminino. Um dos primeiros sinais é a perda acentuada ou afinamento dos fios A boa notícia é que você não precisa sofrer com isso!

A tricologia pode ajudar os seus cabelos, pois ela é uma subespecialidade da dermatologia com resultados significativos em relação aos seus tratamentos. Conheça 4 técnicas inovadoras para o tratamento da
queda capilar

Intradermoterapia Capilar

A técnica de Intradermoterapia foi desenvolvida, na década de 50, na França. Esse tratamento clínico consiste na
aplicação de substâncias ativas diretamente no couro cabeludo, controlando ou amenizando a queda de cabelos
e também estimulando a nutrição e crescimento de novos fios.

Laser Fotona

Um procedimento inovador que consiste na aplicação direta do laser nas regiões afetadas, melhorando a
circulação sanguínea, levando mais oxigênio e nutrientes para a raiz dos fios. Ao mesmo tempo, são eliminadas
as toxinas que provocam a queda, diminuindo a perda e estimulando o crescimento dos fios mais fortes.

Microagulhamento Capilar

O Microagulhamento Capilar é uma técnica que consiste na utilização de um equipamento com microagulhas que
perfuram o couro cabeludo, causando mínimos ferimentos que estimulam a circulação sanguínea, ao mesmo
tempo em que injeta substâncias para estímulo do crescimento de novos fios de cabelo e engrossamento dos fios
existentes.

No caso do Microagulhamento Capilar, o procedimento funciona como um estimulante das células tronco
capilares.

Quer saber mais sobre esses procedimentos? Clique aqui e agende uma consulta com nossa dermatologista!

Posted by Mkt Eclat Clinica in Dermatologia, Todos
Dicas para prevenir a flacidez do rosto

Dicas para prevenir a flacidez do rosto

A flacidez surge devido a perda gradual de colágeno e elastina, que são fibras de sustentação da pele. Fatores externos como a exposição solar, o cigarro, poluição e estresse podem agravar os sinais da flacidez que geralmente começam com a perda do contorno da mandíbula, aparecimento da papada e do famoso bigode chinês. Algumas dicas para prevenir a flacidez do rosto que podem te ajudar na prevenção:

– Beber muita água e hidratar a pele do rosto e corpo
– Sempre limpar a pele muito bem sem deixar resíduos de poluição, cosméticos ou maquiagem
– Seguir a rotina diária indicada pelo seu dermatologista de acordo com seu tipo de pele

Além da prevenção, atualmente existem inúmeras técnicas para tratar a flacidez sem cirurgia, trazendo resultados muito satisfatórios. Alguns deles são o Ácido Poli-L-Láctico (PLLA), Preenchimento, Ultrassom Microfocado, Peeling químico, Microagulhamento, Laser Fracionado Ablativo e outros.

Posted by Clínica Eclat in Todos
Acne: porque acontece e como tratar

Acne: porque acontece e como tratar

Ao processo inflamatório das glândulas sebáceas e dos folículos pilossebáceos se dá o nome de espinhas (acne) e cravos; são mais frequentes na adolescência, mas também pode aparecer em outras fases da vida. A acne provoca incômodo sensorial, dor pelas lesões e prejuízos estéticos. Na adolescência, o problema pode gerar transtornos psicológicos, principalmente quando as lesões são mais graves e acometem a face do paciente.

Hormônios sexuais (andrógenos e estrógenos), que começam a ser produzidos na puberdade, são os principais responsáveis pelas alterações das características da pele, assim como pelo surgimento da acne. As lesões aparecem na face, dorso, ombros e colo.

Essas glândulas estão presentes desde o nascimento, mas são mais ativas na puberdade, quando o problema se inicia, em pessoas com predisposição genética.

Quando isso ocorre, os sintomas principais são justamente os comedões (cravos); pápulas (lesões sólidas arredondadas, endurecidas e eritematosas); pústulas (lesões com pus); nódulos (lesões caracterizadas pela inflamação, que se expandem por camadas mais profundas da pele e podem levar à destruição de tecidos, causando cicatrizes) e cistos (maiores que as pústulas, inflamados, expandem-se por camadas mais profundas da pele, podem ser muito dolorosos e deixar cicatrizes).

Situações de estresse ou o período menstrual podem piorar o quadro, assim como certos medicamentos, exposição exagerada ao sol, contato com produtos gordurosos, ingestão de derivados do leite de vaca, época do ano (especialmente inverno) e, principalmente, o hábito de mexer nas lesões.

A lesão tem forte componente genético, e pode se intensificar com alguns hábitos alimentares que estimulam o processo inflamatório e a atividade da glândula sebácea. A prevenção começa com higiene adequada da pele, com um sabonete ou solução de limpeza indicado para pele acneica ou oleosa.

Classificação da acne

A acne pode ser classificada conforme sua gravidade:

  • Grau I: presença apenas de comedões (cravos), sem lesões inflamatórias (espinhas).
  • Grau II: comedões, pápulas e pústulas.
  • Grau III: comedões, pústulas e cistos.
  • Grau IV: comedões, pústulas e lesões císticas maiores que podem se interconectar pela pele, formando “túneis”.

Tratamentos

O ideal é a inflamação ser tratada o mais precocemente possível. O controle é recomendável não só por razões estéticas, como também para preservar a saúde da pele e psíquica, além de prevenir cicatrizes.

O tratamento vai variar de acordo com a gravidade e a localização, e em função de características individuais. É necessário verificar se há lesões não inflamatórias (“cravos”) e/ou inflamatórias (“espinhas”, nódulos, cistos) e/ou cicatrizes.

Em formas leves, o tratamento pode ser apenas local, com inúmeros produtos existentes no mercado, isolados ou combinados. Quando o quadro não evolui bem o tratamento por via oral é associado ao tratamento tópico.

O tratamento com antibiótico oral pode ser um opção terapêutica, porém sob critério médico. Outras medicações orais podem ser associadas para melhorar a microbiota da pele e diminuir a atividade da glândula sebácea. Cada caso deve ser avaliado pelo médico, a fim de receber orientações dos hábitos e um protocolo de tratamento individualizado.

Procedimentos complementares também podem ajudar no controle do comedão, como a limpeza de pele executada por esteticista treinado.

Remoção de cicatrizes da acne

O tratamento contra as cicatrizes deixadas pela acne pode ser feito usando cremes e remédios que devem ser aplicados no rosto diariamente, mas outras opções incluem o tratamento com ácidos (peeling), microagulhamento, laser e preenchimento, por exemplo.

Quer saber mais? Estamos à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficaremos muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais dos nossos atendimentos em dermatologia, tricologia e implante capilar, cardiologia e nutrologia em Campinas!

Posted by Clínica Eclat in Todos