#nutrologia; #saude; #alimentossaudaveis

Sua alimentação pode ajudar no tratamento da ansiedade?

Sua alimentação pode ajudar no tratamento da ansiedade?

A ansiedade, que afeta milhões de pessoas em todo o mundo, é um distúrbio caracterizado por preocupação excessiva diante de situações consideradas preocupantes ou estressantes.

A alimentação não balanceada é um dos fatores que colabora para essa condição, todavia, uma alimentação equilibrada proporciona uma série de benefícios que combatem o desânimo e a perda de energia.

Como é a sua alimentação? Você consome alimentos frescos e naturais ou anda comendo muita comida processada, frituras e doces?

Se você engasgou na resposta da segunda pergunta, está na hora de buscar refeições mais saudáveis. Como diz aquele velho ditado, “você é o que você come”, em outras palavras, o fato é que os alimentos que ingerimos também afetam o nosso emocional.

O consumo de alimentos que combatem a ansiedade aceleram a produção de serotonina e dopamina, responsáveis por uma sensação de prazer.

A alimentação regular para diminuir e controlar a ansiedade deve incluir alimentos ricos em magnésio, ômega-3, fibras, probióticos e triptofano. Esses nutrientes ajudam a regular a flora intestinal e estimulam a produção de serotonina, também conhecida como hormônio da felicidade, promovendo o relaxamento e ajudando a combater a
ansiedade.

Engana-se quem acredita que consumir alimentos ricos em açúcares ajuda a combater a ansiedade. Esses alimentos proporcionam apenas uma sensação de prazer momentâneo.

No geral a ingestão de legumes, frutas, carne magra, frutos do mar, oleaginosas e cereais integrais, contêm nutrientes ricos em vitaminas e aminoácidos. Eles são benéficos aos ansiosos, pois têm a capacidade de melhorar o humor, tranquilizar e trazer mais disposição.

Posted by Rodrigo Costa Claro in Todos
Gorduras

Gorduras

Por muitos anos, ouvimos inúmeros profissionais e a mídia dizerem que deveríamos evitar consumir alimentos gordurosos, pois eles seriam prejudiciais ao coração e aumentariam o risco de obesidade. Com isso, a indústria alimentícia criou diversos produtos industrializados com o rótulo “saudável” – como por exemplo os óleos vegetais e as margarinas.

No entanto, hoje sabemos que as gorduras provindas de fontes naturais são melhores e essenciais para o funcionamento do nosso organismo. Por isso é preciso atenção na hora de preparar os alimentos. Segue uma lista que pode te ajudar a fazer melhores escolhas:

Gorduras boas que devem ser consumidas regularmente: oleaginosas (castanhas, nozes, amêndoas, etc.), abacate, azeite de oliva, óleo de coco, cacau, banha de porco, ovo, peixes de água fria e suplementação com ômega 3.

Gorduras ruins que devem ser evitadas: óleos vegetais industrializados (canola, girassol, soja, milho, etc.), margarina, produtos industrializados e processados(biscoitos, salgadinhos, lasanhas congeladas), frituras em geral.

Posted by Clínica Eclat in Todos
Alimentos dietéticos podem engordar mais do que as versões originais

Alimentos dietéticos podem engordar mais do que as versões originais

Cuidado ao consumir produtos “diet”, imaginando que os mesmos não engordam‼️

De acordo com um estudo publicado no periódico científico Current Biology, quando os produtos são doces demais para as calorias que contêm, isso pode confundir o cérebro e desacelerar o metabolismo.

O cérebro aprendeu que açúcar é energia, portanto, quanto mais doce, maior energia ou calorias um alimento fornece. Quando esses dois fatores correspondem, o cérebro fica confuso, achando que há menos calorias para queimar do que o que foi ingerido de fato.

Observou-se nos estudos que os circuitos de recompensa do cérebro não registram o consumo de calorias, o que poderia levar a pessoa a comer mais do que o necessário‼️

Isso ajudaria a explicar estudos anteriores, nos quais os níveis de glicose no sangue se mostraram maiores, mesmo em dietas restritas a adoçantes artificias.

Fonte: Current Biology

Atente-se aos rótulos (ingredientes dos produtos), e dê preferência aos adoçantes naturais (exemplo: stevia, xilitol e eritritol).

E cuidado com exageros ?

Estamos à disposição para outras orientações nutricionais ?

 

 

Posted by Clínica Eclat in Todos